Radares móveis na região

[sinopse datas=”true” imprensa=”4″]

Segunda-feira (01/06)
Av. Campos Elíseos – Jd. Alvorada
Av. Profº. Alfredo Fernandes de Almeida – Jd. Aquárius
Av. Pres. Tancredo Neves – Jd. San Rafael
Av. Cidade Jardim – Bosque dos Eucalíptos

Terça-feira (02/06)
Av. Prof° Milton Santos – Jd. Santa Inês I
R. Winston Churchill – Jd. das Indústrias
Estr. Mun. Nélson Tavares da Silva – Bom Retiro
Av. Cidade Jardim – Bosque dos Eucalíptos

Quarta-feira (03/06)
R. Água Marinha – Jd. São José
Av. Pres. Tancredo Neves – Novo Horizonte
R. 21 de Abril – Eugênio de Melo
Av. Carmelina Alves dos Santos – Jd. São Vicente

Quinta-feira (04/06)
MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTO

Sexta-feira (05/06)
Av. Engº Francisco Prestes Maia – Jd. das Indústrias
Av. Benedito Friggi – Jd. Santa Inês II
Av. Uberaba – Jd. Ismênia
R. Paraibuna – Jd. São Dimas

Sábado (06/06)
R. Guaianazes – Santana
Av. Rui Barbosa – Santana
Av. São José – V. Mascarenhas
Av. Olivo Gomes – Santana

Domingo (07/06)        
R. Espírito Santo – V. São Pedro
Av. George Eastman – Cj. 31 de Março
Av. João Marson – Monte Castelo
Av. Dr. Ademar de Barros – V. Adyana

Radar movél em São José dos Campos

[sinopse datas=”true” imprensa=”4″]

Veja a programação dos radares moveis de São José dos Campos que vai do dia 25 á 31.

Segunda-feira (25/05)
Av. Ouro Fino – Bosque dos Eucalíptos
R. José Cobra – Parque Industrial
Av. Eliane Maria Barbiere Soares – Jd. Morumbi
Av. Cidade Jardim – Bosque dos Eucalíptos

Terça-feira (26/05)
R. Dr. Bernardo Grabois – Jd. das Indústrias
Av. Barbacena – V. Industrial
Av. Pres. Tancredo Neves – Jd. San Rafael
Av. Cidade Jardim – Bosque dos Eucalíptos

Quarta-feira (27/05)
Estr. Mun. José Benedito de Oliveira – B. Freitas
Av. Central – Chácaras Reunidas
R. Caravelas – Jd. Vale do Sol
Av. Iguape – Jd. Satélite

Quinta-feira (28/05)
R. Rio Grande do Norte – V. São Pedro
Av. Samuel Wainer – Jd. Augusta
Av. Dr. João Batista Soares Queirós Jr. – Jd. das Indústrias
Av. Engº Francisco José Longo – Jd. São Dimas

Sexta-feira (29/05)
R. Roma – Jd. Augusta
Av. Pres. Tancredo Neves – Jd. San Rafael
Av. Possidônio José de Freitas – Urbanova
Av. Heitor Villa Lobos – V. Ema

Sábado (30/05)
Av. Sebastião Paulo de Toledo Pontes – V. Industrial
Av. Shishima Hifumi – Urbanova
Av. Dr. Eduardo Cury – Jd. Esplanada
Av. São José – V. Mascarenhas

Domingo (31/05)        
R. Madre Paula de São José – V. Ema
Av. Pedro Álvares Cabral – Monte Castelo
Av. Anchieta – Jd. Esplanada
R. Dolzani Ricardo – Centro

Veja pontos fiscalizados com radar em São José dos Campos

A prefeituras de São José dos Campos divulgam semanalmente os locais que vão receber os radares móveis para fiscalizar o excesso de velocidade dos motoristas. Segundo as prefeituras, os locais fiscalizados estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. Confira:

São José dos Campos

Segunda-feira   

  • Av. Astronautas – Jd. Souto
  • R. Domingos Macedo Custódio – Jd. Santa Inês I
  • R. José Cobra – Cj. 31 de Março
  • R. Corifeu de Azevedo Marques – Jd. das Indústrias

Terça-feira    

  • Av. João Bassi – Jd. Castanheiras
  • Av. Napoleão Bonaparte – Jd. Colonial
  • Av. Andrômeda – Jd. Satélite
  • Av. Tancredo Neves  – Jd. San Rafael

Quarta-feira   

  • Av. Nove de Julho –  V. Adyana
  • Av. Antonio Ferreira Vinhas – Res. Galo Branco
  • Av. Pico das Agulhas Negras – Altos de Santana
  • R. Antonio Aleixo da Silva – Jd. Satélite

Quinta-feira     

  • Av. Faria Lima – Parque Martin Cererê
  • Av. Fortaleza – Parque Industrial
  • Av. Shishima Hifumi – Urbanova
  • Av. São João – Jd. Esplanada

Sexta-feira   

  • Av. Uberaba – Jd. Ismênia
  • Av. Guadalupe – Jd. América
  • R. Espírito Santo – V. São Pedro
  • Av. Nélson d´Ávila – Centro

Sábado     

  • Av. Heitor Villa Lobos – V. Ema
  • Av. Possidônio José de Freitas – Urbanova
  • Av. Olivo Gomes – Santana
  • Av. Adhemar de Barros – V. Adyana

Domingo     

  • R. Estados Unidos – Vista Verde
  • R. Paraibuna – Jd. São Dimas
  • Av. Princesa Isabel –
  • R. Guaianazes – Santana

Confira os locais da cidade com Radares Móveis

Fiscalização eletrônica programada para os dias 29/07 a 04/08

Programação da fiscalização por radar estático (móvel) divulgada pela  Secretaria de Transportes de São José dos Campos

Segunda-feira (29/07)

  • Av. George Eastman    Cj. 31 de Março
  • Av. João Batista Soares Queiróz Jr.    Jd. das Indústrias
  • Av. Lívio Veneziani    Chácara São José
  • Av. Campos Elíseos    Jd. Alvorada

Terça-feira (30/07)

  • Av. Benedito Luiz de Medeiros    Jd. das Indústrias
  • Av. Salinas    Bosque dos Eucalíptos
  • R. Carlos Nunes de Paula    Jd. Colonial
  • Av. Heitor Villa Lobos    V. Ema

Quarta-feira (31/07)

  • Av Alto do Rio Doce    Altos de Santana
  • Av. Antonio Ferreira Vinhas    Res. Galo Branco
  • R. Bernardo Grabóis    Jd. das Indústrias
  • R. Tupã    Jd. Paulista

Quinta-feira (01/08)

  • Av.    Benedito Luiz de Medeiros    Res. Galo Branco
  • Av.    João Rodolfo Castelli    Putim
  • R.    Caravelas    Jd. Vale do Sol
  • R.    Guaianazes    Santana

Sexta-feira (02/08)

  • Av.    Astronautas    Jd. Souto
  • Av.    Eliane Maria Barbiere Soares    Jd. Morumbi
  • Av.    Camerino Pereira dos Santos    Jd. Nova Detroit
  • Av.    Milton Santos    Jd. Santa Inês I

Sábado (03/08)

  • R.    Bacabal    Parque Industrial
  • Av.    Eduardo Cury    Jd. Esplanada
  • Av.    Nélson d´Ávila    Centro
  • Av.    São João    Jd. Esplanada

Domingo (04/08)

  • Av.    Possidônio José de Freitas    Urbanova
  • Av.    Rui Barbosa    Santana
  • Av.    Iguape    Jd. Satélite
  • Av.    Nove de Julho    V. Adyana

 

Cidade tem 7 novos Radares de Fiscalização

São José dos Campos irá ganhar mais sete pontos com fiscalização de radar a partir desta quinta-feira (4). Segundo a prefeitura, os locais escolhidos para receber os equipamentos são considerados críticos na cidade. A Secretaria de Transportes vai gastar cerca de R$ 450 mil com o contrato que tem duração de dois anos.

Um dos novos pontos de fiscalização é um trecho da SP-50, estrada que liga São José a Monteiro Lobato e tem alto fluxo de carros, caminhões e pedestres trafegando. Quem vem a pé da Vila Cândida, por exemplo, tem que atravessar a rodovia pra pegar o ônibus do outro lado. “Meu cunhado-primo morreu aqui esses tempos passado. Foi atropelado em uma quinta-feira, passou quatro dias, ele morreu”, conta a dona de casa Ana Rosa de Jesus Silva.

A reclamação de acidentes no trecho não é novidade. Há duas semanas, os moradores do bairro bloquearam a SP-50 e colocaram fogo em pneus. O protesto, que pedia um semáforo eletrônico, uma rotatória ou a colocação de um obstáculo, durou quase duas horas. Outro ponto de fiscalização eletrônica é a Avenida Pedro Friggi, principal acesso ao bairro Vista Verde, zona leste de São José. Outro radar já havia no local, mas foi retirado. O equipamento será reinstalado devido aos acidentes, foram sete de janeiro até julho. “Correndo, passa mais de 80 km/h, aqui é 60 km/h”, afirma o frentista Eguiberto de Lima que trabalha em um posto que fica na via.

Além da Pedro Friggi e da SP-50 os novos pontos de radar, em São José dos Campos, vão ficar na Avenida Cassiano Ricardo, no Jardim Aquarius, na Rua Bahia, no trecho próximo ao Jardim Paulista, na Praça Bandeirantes, na Vila Anchieta, e na Avenida Maurício Cardoso, no Jardim Sul. Será instalada ainda uma lombada eletrônica na Rua Lênin, no bairro Dom Pedro II. No local, aliás, houve um acidente na última semana. Dois jovens, que estavam numa moto, morreram depois de bater no ônibus. “A partir do dia quatro de julho estarão todos já implantados e funcionando. São equipamentos iguais aos que a gente já tem na cidade, o que basta é a população estar respeitando as regras de trânsito que não vai ter nenhum problema”, explica o secretário de Transportes, Wagner Balieiro.

Multas na cidade
De janeiro a junho deste ano, a cidade arrecadou R$ 3,6 milhões em multas. No primeiro semestre do ano passado foram R$ 5,5 milhões. Com mais esses pontos de fiscalização, São José terá 77 pontos de radar em toda a cidade. E a multa para quem anda acima da velocidade permitida varia de R$ 85,13 a R$ 191,54, dependendo da gravidade. O número de multas aumentou na cidade. De janeiro a junho do ano passado, foram aplicadas 64 mil multas e agora em 2013 foram 67 mil, mas segundo a Secretaria de Transportes, o balanço deste ano ainda está em aberto e vai até a primeira quinzena de junho. Segundo a prefeitura, a maioria das avenidas campeãs de multas em São José fica na zona sul. Entre elas a Cidade Jardim, Cassiopéia e a Andrômeda.

Cidade tem implantação de novos radares

Pensando na qualidade de vida da população e na segurança viária, a Prefeitura de São José dos Campos anunciou a entrega de um pacote de novos radares. A implantação começou nesta sexta-feira (21), com previsão de término para a primeira quinzena de julho.

Está programada a instalação de seis equipamentos fotosensores e uma lombofaixa em vias estratégicas de São José. A definição desses locais foi baseada em estudos técnicos da Secretaria de Transportes, que considerou os pontos críticos da cidade e também as demandas apontadas pela comunidade.

O objetivo da implantação é reduzir o número de acidentes nas ruas e avenidas. Outras medidas vêm sendo adotadas pela Prefeitura para reduzir os acidentes na cidade, como melhoria viária e ações educativas, envolvendo motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

Locais que terão os novos radares

  • Avenida Pedro Friggi (Vista Verde)
  • Avenida Cassiano Ricardo (Jardim Aquarius)
  • Praça Bandeirantes (Vila Anchieta)
  • Rua Bahia (Jardim Paulista)
  • Rua Lênin (Dom Pedro I) – lombofaixa
  • Rua Maurício Cardoso (Jardim Sul)
  • SP-50 (Vila Cândida)

Rodovias da Região terão novos Radares

O governo do estado licita a compra de 61 novos radares fixos que devem começar a ser instalados entre agosto e setembro nas principais rodovias estaduais que cortam o Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, como a SP-99 (Tamoios) e SP-125 (Oswaldo Cruz). A compra, que vai aumentar em quase seis vezes os equipamentos de fiscalização em operação nas estradas da região, vai exigir que os motoristas redobrem a atenção para respeitar os limites de velocidade e evitar multas.

Atualmente, apenas 12 radares fixos operam nas estradas que cortam a região, de acordo com os dados do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Os aparelhos estão distribuídos em apenas três rodovias, sendo dois radares na SP-99 (Tamoios), dois na SP-123 (Floriano Rodrigues Pinheiro) e oito na SP-55 (Padre Manoel da Nóbrega).

O G1 apurou que os novos equipamentos de fiscalização que estão em licitação são divididos em dois tipos – 32 radares fixos e 29 lombadas eletrônicas. As lombadas possuem um visor informativo que mostra a velocidade que o motorista passou pelo trecho monitorado.

Entre as rodovias que irão receber os aparelhos estão as duas que já são fiscalizadas, Tamoios e Padre Manoel da Nóbrega, além da SP-66 (Geraldo Scavone) e SP-77 (Nilo Máximo, ambas em Jacareí. Parte dos novos aparelhos também serão instalados na SP-62 (Padroeira do Brasil), que fica em Aparecida. A SP-123 não está prevista no pacote.

Pacote
Os aparelhos que devem começar a operar nas estradas do Vale do Paraíba fazem parte do pacote de 425 radares fixos e lombadas eletrônicas que está sendo licitado para operar nas estradas de todo o estado.

Por nota, o DER informou que a licitação tem o objetivo de ‘garantir melhores condições de segurança aos usuários das rodovias não concedidas’. Segundo o órgão, a licitação tem como base um levantamento de pontos críticos nas rodovias, onde há maior incidência de excesso de velocidade pelos motoristas, realizado entre 2005 e 2011.

Cidade terá ampliação de Radares no Trânsito

A Prefeitura de São José dos Campos vai reforçar a fiscalização no trânsito da cidade com a implantação de mais oito radares fixos e duas lombadas eletrônicas. Hoje, o município conta com 24 radares fixos, dois móveis, 23 sensores de velocidade em semáforos e sete lombadas eletrônicas.

Os novos equipamentos já foram contratados no final de março, por R$ 426 mil, junto à empresa Fotosensores Tecnologia Eletrônica, que opera radares fixos e lombadas na cidade. Mesmo assim, a prefeitura ainda não sabe onde serão instalados os novos aparelhos. A Secretaria de Transportes informou que está fazendo um estudo para definir as vias que receberão os equipamentos.

Segundo a pasta, o estudo cruza informações sobre as vias com maior fluxo de veículos e pedestres e aquelas com maior incidência de acidentes. O resultado indicará os pontos que receberão os radares e lombadas. A compra dos equipamentos teve que ser feita por meio de um aditivo de 25% ao valor do contrato de R$ 1,710 milhão assinado com a Fotosensores em julho do ano passado, com validade até abril de 2014.

“Um aumento acima disso extrapolaria o contrato. Isso só poderia ser feito após uma criteriosa avaliação da real necessidade da cidade”, disse Wagner Balieiro, secretário de Transportes de São José, justificando a limitação de 10 novos aparelhos para a cidade. O contrato assinado com a empresa prevê fornecimento, instalação, operação e manutenção do sistema de fiscalização eletrônica veicular.

O sistema é formado por radares e lombadas que medem e registram a velocidade dos veículos, capturando imagens daqueles que ultrapassarem o limite máximo permitido para a via fiscalizada. Além de contar com radares fixos e lombadas, a fiscalização do trânsito usa dois radares estáticos móveis para medir o limite de velocidade em 97 ruas e avenidas da cidade.

Na avaliação de Sérgio Ejzenberg, mestre em engenharia de transportes pela USP (Universidade de São Paulo) e consultor de engenharia de tráfego, os radares são uma maneira eficiente de “educar” os motoristas nas cidades. “Não se pode ser contra a fiscalização de motoristas que trafegam pelas ruas acima da velocidade permitida”, disse. Mas ele defende que a prefeitura coloque avisos ostensivos nos lugares onde houver radares e lombadas eletrônicas, além de investir em campanhas educativas.

O Vale

Publicado em: 12/04/2013

Radares da Dutra faz um ano sem dar multas na cidade

Os radares instalados no trecho paulista da via Dutra, a estrada mais movimentada do país, completaram um ano neste mês de janeiro sem entrar em operação definitiva. Em resumo, eles flagram, mas não multam.  A instalação dos novos equipamentos começou em setembro de 2011 e foi concluída em janeiro de 2012. O trecho da Dutra que corta o Vale do Paraíba já contava com quatro radares.

O problema havia sido apontado por O VALE em agosto de 2012. Desde esse período, a justificativa da PRF (Polícia Rodoviária Federal), órgão habilitado em multar os motoristas, continua a mesma: problemas no convênio com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

A documentação é exigência para viabilizar a operação dos equipamentos por parte da NovaDutra, concessionária que administra a rodovia federal. O VALE também apurou que houve necessidade de ajustes no software que gera as multas no sistema em Brasília, na central de operações da PRF. Nenhum outro órgão pode gerar as autuações, em razão de ser a Dutra uma rodovia federal sob concessão.

Os radares operam normalmente na rodovia, fazendo imagens em tempo real dos motoristas apressadinhos. Os dados são criptografados e enviados para a PRF, que faz uma triagem das informações. Daí em diante, quando o sistema deveria gerar as multas e encaminhá-las aos condutores, o processo emperra.

Com essa situação, apenas quatro radares fixos estão em operação no trecho paulista em São José dos Campos (dois), Caçapava e Lavrinhas. A previsão do comando da Polícia Rodoviária Federal é que os 11 radares estejam em operação completa até o final da temporada de verão, pelo menos antes do mês de março. Na região, inspetores da PRF minimizaram o problema alegando que os radares já cumprem a sua função.

“A arrecadação de dinheiro não é a primeira preocupação da polícia. Os radares, onde foram instalados, já provocaram uma diminuição no número de acidentes. Eles têm uma importante função educativa e preventiva”, disse o inspetor Waldiwilson dos Santos, da PRF de Taubaté.

No entanto, especialistas em trânsito e acidentes criticaram o atraso na operação completa dos radares. Eles acham que vidas podem ter sido perdidas nesse período sem as multas. Na estrada, motoristas fazem piada com os radares inoperantes. “É bem típico do Brasil. Gasta-se uma grana para colocar os radares e em campanhas na TV e, na hora de funcionar, eles não cumprem o papel”, disse o projetista Ramon Castrillo, 39 anos.

O Vale

Publicado em: 11/01/2013

Cidade sem fiscalização tem radares móvel de improviso

A Secretaria de Transportes de São José planeja começar na próxima semana a instalar as novas plataformas do sistema de fiscalização eletrônica do trânsito. Das 54 plataformas que abrigavam os sete radares fixos que operavam na cidade, 20 já foram retiradas em avenidas como Cidade Jardim, Andrômeda, George Eastman e Guadalupe (todas na zona sul) e Nelson D’Ávila (centro).

Pelo menos oito avenidas estão temporariamente sem radar fixo por causa da troca do sistema eletrônico.  A fiscalização nesses corredores é feita com radares móveis, em sistema de rodízio. O secretário de Transportes, Anderson Farias Ferreira, disse que até o dia 18 de agosto o novo sistema de fiscalização eletrônica deverá estar totalmente implantado.

“A empresa que irá operar o novo sistema tem prazo de 30 dias para a montagem dos equipamentos. O prazo começou na semana passada.” Além da fiscalização, os radares terão câmeras de vídeo para leitura das placas dos veículos e sistema de contagem de fluxo de carros. “A empresa está instalando fibra ótica nos pontos das plataformas”, disse Anderson.

O novo sistema terá mais radares e plataformas de fiscalização e vai monitorar um número maior de avenidas, como Rui Barbosa e Via Norte. Os radares fixos passarão de 7 para 12, os controladores de avanços de sinal vermelho de 3 para 4 e as lombadas eletrônicas, de 2 para 4. O número de radares móveis continuará sendo dois. O contrato de dois anos é de R$ 2,6 milhões.

O Vale