Dia Internacional do Idoso movimenta grupos da terceira idade

Cerca de 500 idosos participaram na manhã desta terça-feira (1º) da comemoração pelo Dia Internacional do Idoso, realizada no pavilhão de eventos da Secretaria de Promoção da Cidadania. O evento reuniu usuários das três unidades da Casa do Idoso (Centro, Leste e Sul), mantidas pela Prefeitura por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS).  A abertura oficial teve a presença do prefeito e dos representantes das secretarias de Desenvolvimento Social, Promoção da Cidadania e de Esportes e Lazer. Representantes do Fórum Permanente do Idoso e do Conselho Municipal do Idoso também participaram do evento.

Durante toda a manhã, os grupos de idosos apresentaram paródias com ênfase na questão da terceira idade, danças e coreografias nos ritmos de forró, tango e bolero. No evento, foi realizada a entrega simbólica da arrecadação de alimentos e produtos de higiene, feita pelos idosos, para quatro entidades sociais. A campanha de arrecadação fez parte da Gincana pela Cidadania, iniciada no dia 6 de setembro. “É incrível a ligação entre essas duas gerações. É prazeroso saber que os idosos se preocupam com as crianças e adolescentes. As doações serão de grande valia para todos da entidade”, afirmou Noêmia Marques, da entidade social Lar Padre Bonafé.

Um dos destaques durante o evento foi a apresentação da equipe joseense de idosos que na semana passada venceu os Jogos Regionais dos Idosos, em Taubaté. O evento também teve estantes das secretarias de Transportes, Saúde e do Procon que prestaram atendimento aos idosos.

Animação
Em clima de muita animação, o Grupo de Choro Pixinguinha, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (Fccr), encerrou a programação com repertório tradicional. A aposentada Suzete Marilda Spíndola disse que participava das atividades com muito prazer. “A festa está linda. Sou frequentadora assídua da Casa do Idoso Centro. Essa oportunidade que o idoso tem de ser integrado na sociedade, por meio de tantas atividades interessantes, desperta ânimo e engrandece a gente. Eu me sinto orgulhosa de ser idosa e, principalmente, de ser uma idosa joseense.”

Para o usuário da Casa do Idoso Leste, Antonio do Livramento Arruda, a comemoração pelo Dia Internacional do Idoso também estava marcante. “Eu canto no coral e pratico várias atividades esportivas na Casa do Idoso, inclusive a “Zumba”, minha ginástica favorita. Nesta atividade de comemoração que estamos participando hoje, sinto que estão despertando em nós, idosos, um sentimento profundo de alegria”, afirmou Antônio Livramento Arruda.

04 de dezembro – Dia Mundial da Propaganda

A primeira propaganda

No início de 1800, época do Príncipe Regente, houve a abertura dos Portos e a fundação do jornal “Gazeta do Rio de Janeiro” onde foi publicado o primeiro anúncio. Nessa época, o texto dos anúncios não era muito importante e alguns nem tinham título, mostrando somente o nome do produto. Somente por volta de 1875, começaram a utilizar ilustrações e rimas nos anúncios.

A propaganda cresceu com a multiplicação de jornais e revistas, e surgiram também cartazes e painéis ao ar livre. A primeira agência de publicidade surgiu em São Paulo em 1913 e, nos anos 30, o rádio foi o meio de comunicação do momento. Os anos de 1941 a 45 foram anos de guerra e esse tema foi usado também nas propagandas.

Em 1950 surgiu a TV Tupi, sendo o primeiro canal de TV brasileiro e da América Latina. Nessa época, os comerciais eram ao vivo e ser garota-propaganda era um cargo de importância na televisão. Com a Constituição de 1988, foram criadas leis com restrições à propaganda que até os dias de hoje vem passando por modificações.

O mundo estritamente comercial em que vivemos permite que a pessoa seja o que ela tem: o carro que ela tem, assim como as roupas e o tênis que usa, indicam que ela é e isso é bastante aproveitado pela indústria do marketing.

Além da técnica, muito da sua estrutura e da forma da propaganda dependem de regras estabelecidas pela experiência acumulada através dos anos, num saber-fazer que conduz e orienta sobre quando e como agir para se obter os efeitos desejados.

Políticos são muito preocupados hoje em dia com o seu marketing pessoal. A imagem do marketeiro político é cada dia mais presente em eleições. É sua responsabilidade gerenciar a figura pública dos políticos, a imagem de bom pai , de alguém muito envolvido com a família e preocupado com o povo.

Publicado em: 04/12/2012

Hoje se comemora o Dia Internacional do Deficiente Físico

No ano de 1982, a Assembleia Geral da ONU – Organização das Nações Unidas, criou um programa que visa atender as necessidades das pessoas com qualquer tipo de deficiência física, o Programa de Ação Mundial para Pessoas com Deficiência.

Dez anos depois, no dia 14 de outubro, a Assembleia instituiu o dia 03 de dezembro como o dia internacional do deficiente físico, para que pudessem conscientizar, comprometer e fazer com que programas de ação conseguissem modificar as circunstâncias de vida dos deficientes em todo o mundo.

Podemos considerar como deficiência física, quando alguma parte do organismo humano não apresenta um funcionamento perfeito, porém isso não pode ser considerado como diferença, pois existem várias pessoas com os mesmos tipos de limitações que as tornam normais dentro de suas possibilidades.

Com o passar dos anos, a deficiência passou a ser vista como uma necessidade especial, pois as pessoas precisam de tratamentos diferenciados e especiais para viver com dignidade. Sabemos que isso não acontece, pois o mundo não é adaptado para essas pessoas, que sofrem muito em seu dia a dia.

Construir rampinhas nas ruas é uma forma de mascarar o verdadeiro tratamento que os mesmos deveriam receber. Além destas, em nosso meio social deveria existir leitura em braile para atender os deficientes visuais; acesso aos ônibus e lugares públicos aos cadeirantes; que a população aprendesse a conversar na linguagem de libras, para atender os surdos/mudos; além de planos governamentais voltados para a saúde e reabilitação dessas pessoas, visando amenizar suas dificuldades bem como capacitá-las para a vida social, para o exercício da cidadania.

As escolas deveriam ter profissionais preparados para lidar com as limitações, assumindo maior compromisso com a formação dos professores, coordenadores e diretores, que muitas vezes não sabem como lidar com as necessidades especiais. É dever da escola promover conhecimento a fim de garantir o aprendizado de uma profissão, dando-lhes garantia e dignidade para o futuro.

Não adianta afirmar que a sociedade não está preparada. Passou da hora de arregaçarmos as mangas e tratar os portadores de necessidades especiais como pessoas normais, pois são normais embora tenham algumas limitações. Todas as pessoas são diferentes, assim como a cor dos olhos, dos cabelos, a raça, enfim, existem aquelas que apresentam as diferenças físicas, mas que são pessoas como outra qualquer.

Tratá-las com indiferença ou com desrespeito são formas de preconceito, previsto na Constituição do Brasil, assim como é direito desses estar incluídos na sociedade, pois são produtivos e capazes.

Podemos nos certificar das capacidades dos portadores de necessidades especiais nos jogos paraolímpicos, onde os mesmos atingem recordes e conquistam várias medalhas. Participam de várias modalidades esportivas, como atletismo, futebol, natação, basquete, dentre outras.

A sociedade já mudou muito nos últimos anos em relação às necessidades especiais, mas ainda temos muito que melhorar. Hoje em dia podemos ver essas pessoas trabalhando em empresas, como supermercados, lanchonetes, restaurantes, farmácias, escolas, pois a lei obriga que um percentual dos funcionários sejam portadores de necessidades especiais, como forma de garantir-lhes oportunidades no mercado de trabalho.

Dessa forma têm assegurado a integração social além de conviverem com valores de igualdade de oportunidades. Mas será que isso realmente acontece? Pensem nisso!

Hoje se comemora o dia do Hoteleiro

Justa homenagem ao proprietário de hotel que acolhe o turista em seu estabelecimento e é responsável, em grande parte, pelo sucesso da viagem e pelo retorno desse turista em outra oportunidade. A hospitalidade envolve um conceito de bem servir aos que procuram o hotel, seja para negócios ou lazer, estabelecendo um elo entre os setores ligados ao turismo, além de gerar empregos e desenvolvimento sustentável às regiões onde se estabelece.

Aos que recebem seus convidados com sutilezas e agrados, que desde antes da era Cristã já desenvolviam a atividade do alojamento com maestria, que desenvolveram o conceito que faz o hóspede se sentir em casa, com a segurança e a modernidade do lar, que leva seus clientes-amigos a receber mais que um banho ou um leito para dormir, que leva a cultura, o lazer e as milhares de oportunidades de negócios a todos os lugares do Brasil.

O hoteleiro é o que engrandece a atividade turística, sendo fundamental para o setor, proporcionando aos turistas um bem estar semelhante ao que temos quando estamos em nossos lares. A todos os profissionais e proprietários que desempenham um papel fundamental no desenvolvimento do Turismo com multiplicidade de serviços e funções, os especiais cumprimentos pelo Dia do Hoteleiro!

30 de Outubro – Dia do Balconista

O balconista ou atendente é aquele profissional que recebe o comprador e é o responsável direto pela venda. A sua função é mostrar as qualidades ou os defeitos de um produto para que o próprio consumidor possa decidir pela compra ou não do mesmo. Essa relação irá interferir diretamente na venda ou permanência de um produto nas prateleiras ou depósitos.

Hoje em dia, o balconista deve saber muito mais do que vender. É preciso saber como atender bem o cliente, afinal de contas, muitas vezes um sorriso ou uma cara amarrada podem determinar a compra ou não de uma mercadoria.

A arte de atender

Sabemos que é uma arte atender um cliente, por isso o balconista deve ser amável no contato com o consumidor para que ele se sinta bem atendido e volte outras vezes. Para que isso ocorra é importante conquistar a simpatia do cliente e não só atender a sua necessidade imediata, mas estar sempre disponível quando solicitado para informá-lo e orientá-lo no que for possível.

O balconista de f armada exerce uma função de dupla responsabilidade, já que os produtos à disposição para venda são na verdade fórmulas complexas, e se não forem comercializados corretamente podem causar sérios danos à saúde do consumidor.

 O cliente sempre tem a razão mas o balconista tem a sabedoria da paciência.  

Publicado em: 30/10/2012

Dia Nacional do Livro: 29 de outubro

Você sabe por que comemoramos o dia Nacional do Livro no dia 29 de outubro? Por que foi nesse dia, em 1810, que a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para o Brasil, quando então foi fundada a Biblioteca Nacional e esta data escolhida para o DIA NACIONAL DO LIVRO. O Brasil passou a editar livros a partir de 1808 quando D.João VI fundou a Imprensa Régia e o primeiro livro editado foi “MARÍLIA DE DIRCEU”, de Tomás Antônio Gonzaga.

Os livros são um conjunto de folhas impressas, onde o escritor coloca suas ideias, a fim de deixá-las registradas ou para que outras pessoas possam tomar conhecimento das mesmas. Eles podem variar no gênero dos textos apresentados, sendo documentário, romance, suspense, ficção, autoajuda, bíblico, religioso, poema e poesia, disciplinas escolares, profissões e uma infinidade de áreas.

O primeiro livro publicado no Brasil foi Marília de Dirceu, escrito por Tomás Antônio Gonzaga. Na época, o imperador do país fazia uma leitura prévia dos mesmos, a fim de liberar ou não o seu conteúdo, funcionando como censura.

Em 1925, Monteiro Lobato, escritor e editor, autor do Jeca Tatu e do Sítio do Picapau Amarelo, fundou a Companhia Editora Nacional, trazendo grandes possibilidades de crescimento editorial para o Brasil.

Comemore também!
Comemore o dia do livro: lendo; presenteando com livro, ou, escrevendo uma frase. Se gostar do que escreveu, nos envie por e-mail. Vamos divulgar.

Frases que recebemos em homenagem ao Dia Nacional do Livro:

“Livro fonte universal do saber”

Prefeitura realiza o ultimo dia de cadastro para Finados

A Prefeitura de São José dos Campos encerra nesta sexta-feira (26) o cadastro de vendedores ambulantes que quiserem vender velas, flores ou alimentos em frente dos cemitérios da cidade no dia 2 de novembro, feriado de Finados. Até agora mais de 130 ambulantes já fizeram inscrição. Os interessados devem procurar a Divisão de Abastecimento da Prefeitura (Rua Felício Savastano 401, 1º andar, Vila Industrial), das 8h às 16h. Somente pessoas residentes na cidade podem trabalhar nessa atividade.

Para vender flores e velas, não há necessidade de ser registrado na Prefeitura como vendedor ambulante. Basta levar os documentos originais: cédula de identidade, CPF, título de eleitor e comprovante de residência. O cadastramento é gratuito. No caso da venda de alimentos (salgados, água, refrigerantes e doces), o ambulante deve ter registro na Prefeitura e ainda assim se cadastrar para o feriado de Finados.

As marcações (pintura) das bancas autorizadas em frente dos cemitérios serão feitas de segunda (29) a quarta-feira (31). A montagem pode ser feita a partir das 18h do dia 1º de novembro para o funcionamento no dia 2.
Quem quiser tirar dúvidas sobre o cadastramento pode ligar para 3901-1080, das 8h às 16h.

G1 (Vnews)

Publicado em: 26/10/2012

Fundação Cultural comemora dia internacional da Dança

Para comemorar o Dia Internacional da Dança (29), a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR), criou o Mês da Dança, com uma programação repleta de atrações, que foram realizadas no período de 12 a 29 de abril. Além de aulas abertas, vivências, espetáculos o evento será apresentações com convidados internacionais, como a Virsky Cia. de Dança da Ucrânia, e workshops com renomados sapateadores dos Estados Unidos.

A proposta dessa edição do Mês da Dança é envolver todos aqueles que não sabem dançar, mas admiram essa arte e gostariam de aprender ou saber mais sobre ela. Para isso, a FCCR criou o projeto Trançando as pernas, onde alunos, professores e profissionais da Cia. Jovem de Dança farão uma vivência com aulas abertas em  oito espaços culturais, abertas a todos os interessados.

Já, para os bailarinos que têm alguma vivência ou experiência em dança, serão realizados workshops com a Cia. Jovem de Dança e uma parceria com a coreógrafa Samanta Varela, trará como convidados dois grandes sapateadores e coreógrafos dos Estados Unidos, Maud Arnold e Christopher Broughton, além de Marina Coura, do Brasil. A apresentação Encontro dos Ritmos ocorre no Teatro Municipal dia 20/04 às 21h, com ingressos à R$40,00 inteira e R$20,00 meia, com a participação de várias academias de SJC e região.

Além disso, eles farão workshops sobre sapateado, jam session (encontro de improvisação) e cutting contest (desafio de improviso). As inscrições devem ser feitas pelo e-mail [email protected] e informações pelo telefone: (12)7816-1576.

As apresentações de dança serão abertas a todos os públicos e idades, e as atividades serão descentralizadas e realizadas em diversos espaços de São José dos Campos, como teatro, parque, espaços culturais e shopping, com entrada franca e sem a necessidade da retirada de ingressos ou convites, com exceção do espetáculo Virsky, que encerra o evento no Teatro Municipal, com ingressos vendidos a R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia).

O Mês da Dança é uma realização da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) e Prefeitura de São José dos Campos, e conta com a parceria do Hotel Dann Inn e o apoio do Vale Sul Shopping.

Serviço: Espaço Cultural Eugênia da Silva – (12) 3924 – 7353. / Espaço Cultural Cine Santana – (12) 3942-1227. / Espaço Cultural  Johann Gütlich – (12) 3934-5866 / Espaço Cultural Tim Lopes – (12) 3917-1612 / Teatro Municipal – (12) 3924 – 7319 / Espaço Cultural Chico Triste – (12) 3929-7559 / Casa de Cultura Rancho do Tropeiro Ernesto Villela – (12) 3902-1855 /  Vale Sul Shopping – (12) 3321 0900 / Espaço Cultural Clemente Gomes – (12) 3924-7300 /

Assessoria de Comunicação
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

GAIA Realiza hoje caminhada de Dia Mundial do Autismo

O Grupo de Apoio ao Indivíduo Autista (GAIA) realiza nesta segunda-feira (2 de abril) a 1ª Caminhada Azul pelo Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A saída será às 19h do Parque Santos Dumont. Essa comemoração ocorre desde 2008, quando a data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Além da caminhada, outra forma de participar da data é usar uma peça de roupa ou um acessório azul, colocar azul na sacada ou janela de casa. Iluminar um ambiente interno ou externo com lâmpada azul, usar uma fita no carro e na mesa de trabalho e utilizar bexigas azuis nas vitrines de lojas, porta das casas, empresas e escolas.

A campanha é uma forma de solidariedade em prol de pessoas que precisam de cuidados especializados para melhorar seu dia a dia e assim ter um futuro promissor.

Segundo a ONU, no mundo são mais de 70 milhões de pessoas com autismo, uma disfunção que afeta a maneira como os indivíduos se comunicam e interagem. No Brasil, a estimativa é de que sejam 2 milhões de autistas.

Prefeitura Municipal