Fundo Social arrecada doações para famílias vítimas da chuva

Em consequência das fortes chuvas desta segunda-feira (6), o Fundo de Solidariedade de São José dos Campos está arrecadando doações da população em apoio às vítimas desabrigadas.

Está sendo solicitados pelo Fundo Social donativos, principalmente móveis, colchões, armários, eletrodomésticos, alimentos não perecíveis, água mineral, roupas, agasalhos, materiais de limpeza e produtos para higiene pessoal.

Os bairros mais atingidos foram nas regiões sudeste (Jardim do Lago, Sítio Bom Jesus, ao lado do Residencial São Francisco, Residencial Cambuí, Vila São Benedito), central (Vila Corintinha) e leste (Sapê). Todos os setores da Prefeitura foram mobilizados para atender as cerca de 480 famílias.

As doações podem ser encaminhadas à sede do Fundo Social, no Parque da Cidade (Avenida Olivo Gomes, 100, Santana), ao lado da Fundação Cultural Cassiano Ricardo. Também estão sendo recebidas doações no prédio do Paço Municipal.

O horário de entrega é das 8h às 17h.
Mais informações pelo telefone do Fundo Social (3942-7296 e 3911-8060) ou do Paço Municipal (3947-8284).

FONTE: Prefeitura São José dos Campos

Leilão para recuperar crédito a Prefeitura de São José

2ª Vara da Fazenda Pública realiza entre os dias 3 e 6 de outubro de 2011 o terceiro leilão de bens destinados a promover a recuperação de créditos a que a Prefeitura de São José dos Campos tem direito em razão de processos de cobrança judicial de débitos inscritos em dívida ativa e de execução fiscal.

Os bens estão em poder de depositários designados pela Justiça e podem ser vistos no endereço que consta de cada edital de leilão. Estão incluídos na oferta pública imóveis, equipamentos em informática, móveis de escritórios, eletrodomésticos e outros. Esses itens fazem parte de 22 processos de execução fiscal e foram avaliados em R$ 22.012.576,36, conforme editais publicados pela 2ª Vara da Fazenda Pública.

Até a realização do primeiro leilão, o contribuinte com bens penhorados em função de débitos com o Município poderá procurar a Prefeitura para apresentar proposta de pagamento. De acordo com a Lei Municipal nº 6000/2001, a dívida pode ser parcelada ou reparcelada. No caso de acordo, o leilão judicial do bem a que se refere a cobrança será suspenso, para aguardar a liquidação do acordo, sendo devidas as comissões do leiloeiro judicial.

No primeiro leilão não serão aceitos lances inferiores ao valor de avaliação. A partir do segundo leilão o lance pode ser menor, desde que não represente preço vil. O leilão será realizado por meio eletrônico no portal do canal judicial e será conduzida pela Gestora Judicial LUT – Intermediação de Ativos e Gestão Judicial, Inscrito no CNPJ/MF sob nº 08.399.676/0001-01 e pelo Leiloeiro Oficial André Cencin, matriculado na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), sob nº 679.

Fonte: Prefeitura Municipal de São José dos Campos