Governo decide dobrar número de Escolas Integrais na cidade

A Secretaria de Estado da Educação vai dobrar o número de escolas estaduais, que funcionam com o novo modelo de ensino integral, na Região Metropolitana do Vale do Paraíba até 2014. Das atuais 11 escolas, a região saltará para 23. Serão 12 novas unidades de tempo integral até o início do ano letivo. As escolas serão implantadas em unidades já existentes em sete cidades.

Para tanto, a Secretaria de Educação está promovendo encontros de formação para 1.500 educadores da rede estadual que já atuam no programa de Ensino Integral. Os objetivos são fortificar as ações já implantadas, trocar experiências e discutir os próximos passos. Em todo o Estado, o número de escolas de tempo integral aumentará de 69 para 170. Serão contemplados 56 municípios e 50 mil alunos serão atendidos. No novo modelo do programa, segundo o secretário Herman Voorwald, da Educação a jornada é de oito horas e meia no Ensino Fundamental e nove horas e meia no Ensino Médio, incluindo três refeições.

Além das disciplinas obrigatórias, os alunos contam também com disciplinas eletivas, definidas por cada escola. Os professores recebem gratificação de 75% pela dedicação exclusiva. Em São José, a Secretaria de Educação conta com oito escolas municipais em tempo integral. Numa delas, a Rosa Tomita, no Jardim São José 2, na região leste, a qualidade do ensino melhorou depois que a unidade adotou o sistema. A escola foi criada em 2004 para atender o novo bairro, criado a partir do programa de desfavelização da prefeitura. Com o tempo integral, o nível de aprendizagem passou de 3,9 para 6,2, em 2011.