Untitled-4 Notícias
Publicado em 14/06/2011 às 10:34

Ericsson abre 200 vagas

A Ericsson anunciou ontem o investimento de R$ 10 milhões para a ampliação de sua unidade em São José dos Campos.

A expansão na produção dos módulos eletrônicos da fábrica criará 200 novos empregos na unidade, que agora contabiliza 1.000 postos de trabalho, se tornando a maior fábrica de telecomunicações das Américas.

De acordo com o vice-presidente de produção na Ericsson para a América Latina e Caribe, Wellington Castro, as novas vagas serão ocupadas por trabalhadores da região. Os novos postos de trabalho são para técnicos e engenheiros. A previsão é que a nova linha seja inaugurada ainda deste mês.

O que é produzido na fábrica joseense é exportado para todo o continente. Segundo o presidente da empresa, Sérgio Quiroga, o Brasil representa de 3% a 5% do faturamento mundial da empresa. O faturamento anual da empresa é de R$ 1,7 bilhão. Presente na inauguração, o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, falou sobre um programa para atrair a produção de tablets no país.

INICIATIVA. “Inicialmente, nossa exigência é que 20% da produção seja feita no Brasil. A empresa terá descontos em impostos federais e, em três anos, 80% da produção terá que ser feita no Brasil”, afirmou Mercadante.

O ministro das comunicações Paulo Bernardo também esteve no evento assim como o prefeito Eduardo Cury (PSDB), o deputado federal Carlinhos de Almeida (PT), o secretário estadual de planejamento e desenvolvimento regional, Emanuel Fernandes, e vereadores de São José.

RAIO-X DA ERICSSON

Ampliação
Há dois anos, a unidade joseense da Ericsson produzia 4.000 estações rádio-base. Com a mais recente ampliação, a produção passa para 40 mil

Recursos
R$ 10 milhões foi o investimento feito para a expansão na unidade

Trabalhadores
Com 200 novos postos de trabalho, a Ericsson chega a cerca de 1.000 funcionários na unidade de São José

O Vale

8 comentários neste Artigo

Faça um Comentário