Revitalização da Galeria Pedro Rachid no centro da cidade

O projeto de reforma da galeria Pedro Rachid, no centro de São José dos Campos, está praticamente pronto para ser orçado e executado pela prefeitura. A meta é iniciar a obra ainda este ano.

A proposta arquitetônica elaborada pelo Ipplan (Instituto de Pesquisa, Planejamento e Administração) passa por revisões dos setores do governo que irão ocupar os espaços da galeria, localizada na rua Humaitá, ao lado do 1º Distrito Policial.

Os dois andares superiores do prédio serão ocupados pela Secretaria Municipal de Saúde, que irá transferir para o local a unidade de especialidades médicas. O secretário municipal de Saúde, Danilo Stanzani, informou que os técnicos da pasta já analisaram a proposta do Ipplan e sugeriram algumas adequações.

Segundo ele, o projeto previa a instalação de um dispensário de remédios (espécie de farmácia) em cada um dos andares.

“Optamos por instalar o dispensário no térreo, para facilitar o atendimento aos pacientes”, disse Stanzani. Outra sugestão da pasta é que seja implantada no andar térreo uma recepção geral para fazer a triagem dos pacientes. “A pessoa chega e já é encaminhada diretamente para o setor onde passará por consulta. Isso evitará que o paciente fique circulando pelos andares”, afirmou o secretário.

A nova unidade de especialidades da rede municipal de saúde terá 40 consultórios médicos. Além disso, a unidade contará com uma sala para pequenas cirurgias, sala de coleta de exames, setores de enfermagem, arquivos.

“A intenção é dividir o espaço em grupo de oito consultórios cada para facilitar o fluxo de pessoas”, afirmou. No local também funcionará um centro de referência em saúde ocupacional, que prestará atendimento relacionado a acidentes de trabalho.

“O centro deverá servir de referência para os municípios da microrregião de São José dos Campos”, disse Stanzani. Segundo ele, a proposta será encaminhada ao Paço para que a Secretaria de Obras faça o planejamento de custos do projeto de reforma.

A reforma da galeria integra o projeto de revitalização do centro, denominado ‘Centro Vivo’, elaborado pelo Ipplan em parceria com a prefeitura. O projeto prevê também a saída dos camelôs das ruas, entre outros. Além da Secretaria de Saúde, a galeria deve ter postos de outras pastas municipais, como a Secretaria da Fazenda.

A intenção do governo é criar no local uma unidade similar ao Poupatempo. Também está previsto espaço para cafeteria e alimentação para atrair público. O objetivo é que o local permaneça aberto também durante certo período à noite, para criar movimento no centro. Por enquanto, o governo não tem data para iniciar a reforma, mas a expectativa é que seja executada este ano.

O Vale