biblioteca-helena-molina Cultural
Publicado em 03/07/2018 às 16:42

Bibliotecas públicas de São José são opção para férias de julho

Durante as férias de julho, as bibliotecas públicas de São José dos Campos são uma boa opção para atividades culturais e literárias para as crianças e suas famílias. A programação deste mês atende a todos os públicos e oferece contações de histórias, oficinas artísticas, cinema, encontros com escritores, entre outros. O horário de funcionamento das bibliotecas é das 8h15 às 16h45.
Biblioteca Hélio Pinto Ferreira
Com uma diversificada programação, a biblioteca Hélio Pinto Ferreira, no Jardim das Indústrias (região oeste), traz em especial este mês, nos dias 4, 6, 11, 13, 18, 20 e 25, entre as 8h15 e 16h30, a leitura de livros infanto-juvenis ao ar livre para o público infantil, pais e cuidadores das crianças. A leitura de poesias, contos e crônicas também está programada para os dias 5 e 26, das 14h às 16h30.
O encontro com escritor deste mês é com Roberto Coelho, autor da obra “O Olho da Fechadura”, e será no dia 12, das 9h30 às 11h, voltado especialmente para estudantes de graduação e professores da área da educação. A contação de história acontece no dia 17, das 14h às 15h, com a apresentação do livro infantil “O Grande Rabanete” da escritora Tatiana Belinky.
Duas oficinas de leitura também acontecerão em julho. No dia 19, das 9h às 10h, a atividade é coordenada pelo escritor Adriano Lima, aproveitando o clima da Copa do Mundo, a temática da vez é a poesia russa. Já no dia 24, das 14h30 às 16h, o escritor Rodrigo Lima ministrará a oficina “A Leitura de Tolstói e a sua influência na filosofia contemporânea. As oficinas são voltadas para jovens, adultos, estudantes de graduação e professores da área de educação. Oficinas práticas de bordado e plantio de ervas e temperos para crianças a partir de 10 anos também fazer parte da programação mensal.
Exposições
Entre os dias 10 e 31 de julho será possível conferir duas exposições, uma literária e a outra artística. A primeira é sobre as obras da escritora Tatiana Belinky, uma das mais importantes autoras de literatura infanto-juvenil escrita em língua portuguesa. Já a outra exposição é da artista Eunice Coppi, que irá expor suas esculturas de papel e goma retratando os personagens do clássico livro “Alice no País das Maravilhas”.
Biblioteca Cassiano Ricardo
A biblioteca Cassiano Ricardo, localizada na região central de São José, homenageia a cultura negra com exposição aberta ao público e também contação de história para os leitores juvenis. “Era uma vez… outra história”, com as contadoras de história “Marias: Alice e Gorete”, acontece na próxima quinta-feira (5) em dois horários: às 10h e às 14h.
A exposição “Homenagem à literatura negra brasileira”, idealizada por Mariane Helena Rodrigues e Silva, composta de múltiplas artes, como caricatura, livros, grafites, colagens, poemas, fotografias, artes plásticas e outras expressões unidas com objetivo de revelar lindas histórias da literatura nacional e humanizar os autores destacados, exaltando suas trajetórias. A mostra pode ser vista no período de 4 a 30 de julho, das 8h às 16h50.
Biblioteca Helena Molina
Os moradores do distrito de Eugênio de Melo e da região leste têm como opção a biblioteca Helena Molina, que oferece nos dias 5, 12, 19 e 26, às 14h, a contação de história da lenda “Os três pés de jaca do distrito de Eugênio de Melo”. A atividade é livre para todos os públicos e será ministrada pela professora Ana Paula de Assis.
Ana Paula também será mediadora da oficina de pintura “Pintando os 7 nas férias”, voltada para crianças de 4 a 10 anos de idade que acontece às 9h das segundas-feiras (dias 9, 16 e 23).
Na tarde do dia 18, o espaço recebe a Oficina de Confecção de Marcadores de Livros, com a artesã Valda Tereza, às 14h. Os marcadores de livro serão confeccionados com juta e retalhos de tecidos, pessoas com mais de 15 anos podem participar da confecção.
Valda Tereza, moradora do distrito, é responsável também pelas peças da exposição “O encanto da juta no bairro Eugênio de Mello”, disponível ao público entre os dias 6 e 31. A artesã produz peças em juta e retalhos de tecidos há mais de 50 anos.
Poemas e fotografias compõem a mostra “A Origem do Silêncio”, do escritor Diego Sant’Anna, de 10 a 30 de julho. Os escritos são da obra Exórdios: A Origem do Silêncio, obra indicada ao prêmio Alexandria 2017 e aborda sentimentos transformados em poesia.
O Cinema na Biblioteca acontecerá no dia 13, às 14h, com o filme “O Menino Maluquinho”, para o público infanto-juvenil.