Guia SJC / Saúde

Dia D da vacinação contra a pólio e o sarampo terá 21 UBS’s abertas

A Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e o sarampo terá, neste sábado (18), o segundo Dia D de divulgação e mobilização em São José dos Campos. Estarão abertas, das 8h às 17h, 21 unidades básicas de saúde em todas as regiões da cidade, para vacinar as crianças de 1 a 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias), que são o público-alvo da campanha.

A campanha teve início no dia 4 de agosto, sábado, com o primeiro Dia D de mobilização. No entanto, a cobertura vacinal ainda está longe da meta estipulada pelo Ministério da Saúde, que é de 95% do público-alvo (34.661 crianças).

Dia D de mobilização

Data: 18 de agosto (sábado)
Hora: 8h às 17h
Locais: 21 UBS’s em São José dos Campos

Região Central

Centro 1: Rua Coronel José Monteiro, 407, Centro

Jardim Paulista: Rua Martins Pereira, 263, Jardim Paulista

Região Leste

Campos de São José: Rua Dalila M.Miguez,39, Campos de São José

Eugênio de Melo: Rua Chico Buquira,411, Galo Branco

Jardim São José II: Rua Frediano Bianchi Filho, 220, São José II

Novo Horizonte: Rua dos Vidraceiros, 159, Novo Horizonte

Tatetuba: Rua Mizael Marçal, 190, Vila Industrial

Vista Verde: Rua Cidade de Brasília, 135, Vista Verde

Região Norte

Alto da Ponte: Rua Anselmo Carnevalli, 82, Alto da Ponte

Santana: Avenida Rui Barbosa, 2544, Santana

Telespark: Rua Benedito Pereira Lima, 210, Telespark

Região Oeste

Jardim das Indústrias: Rua Pirassununga, 130, Jardim das Indústrias

Região Sudeste

Jardim da Granja: Rua Urano, 85, Jardim da Granja

Putim: Rua Roberto Aparecido Cruz, 100, Santo Onofre

Região Sul

Campo dos Alemães: Rua José Izaltino Silva, s/nº, Campos dos Alemães

Colonial: Rua José Ribeiro Bastos, 185, Colonial

D. Pedro: Rua José Eugênio da Silva, 510, Dom Pedro I

Morumbi: Avenida Elisio Galdino Sobrinho, 8, Morumbi

Oriente: Rua Senjo Ota, 40, Oriente

Parque Industrial: Rua Goiânia, 495, Parque Industrial

Satélite: Avenida Andrômeda, 1960, Satélite

Quem deve se vacinar: crianças 1 a 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias)

Adesão à Campanha

Até esta sexta-feira (17), foram aplicadas 12.391 doses de pólio e 12.183 de sarampo. Os números correspondem a uma cobertura vacinal de 35,75% e 35,15%, respectivamente. A campanha prossegue até 31 de agosto, em 40 UBS’s do município e 4 unidades avançadas, com a meta de imunizar cerca de 32 mil crianças (95%).

A Vigilância Epidemiológica da Prefeitura alerta que a baixa cobertura é um risco para as crianças, pois há esforço dos serviços de saúde para manter o estado de eliminação dessas doenças no país. Por isso, é fundamental que os pais e responsáveis se conscientizem do seu papel, comparecendo aos serviços de vacinação com suas crianças e levando a caderneta de vacinação para avaliação e registro.

As doenças

A poliomielite e o sarampo são doenças de notificação compulsória e o país tem compromissos internacionais para sua erradicação e eliminação.

A pólio é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular, com sensibilidade preservada, e a arreflexia no segmento atingido.

A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). A falta de saneamento, as más condições habitacionais e a higiene pessoal precária constituem fatores que favorecem a transmissão do poliovírus.

O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989 e desde 1990, não são registrados casos da doença.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias.

Nos últimos anos, foram vivenciados surtos de sarampo no país. No período de 2016 a 2017, não foi registrado nenhum caso da doença no país. Atualmente, o Brasil enfrenta surtos de sarampo em dois estados (Roraima e Amazonas) com registro de 314 casos confirmados.

Na campanha contra o sarampo será utilizada a vacina tríplice viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola).

Fonte: Prefeitura de São José dos Campos
Foto: Claudio Vieira/PMSJC